UNIDADE INÁCIO LUSTOSA | 41 3323 1150

UNIDADE MOREIRA GARCEZ  41 3232 9757

Conhecido por “dente do juízo” ou terceiro molar, o siso é o último dente a nascer, por volta dos 18 anos de idade. Dependendo do posicionamento do dente e da arcada dentária, o nascimento pode gerar incômodos e dores. Para estes casos, a única solução é a extração. Mas, e para quem está fazendo tratamento ortodôntico? É possível extrair durante o tratamento?

A resposta é sim! Se for necessário, é possível fazer a remoção do terceiro molar. Isso porque o siso pode sim afetar negativamente o tratamento ortodôntico. Há casos em que o dente pressiona a gengiva e os dentes vizinhos, atingindo o posicionamentos destes. Por isso, avise seu ortodontista quando sentir algum incômodo no fundo da boca.

QUANDO É NECESSÁRIA A EXTRAÇÃO DO SISO?

Quem define a retirada do terceiro molar é o dentista. Serão feitas radiografias e exames clínicos para ver se há necessidade de extração. Sendo assim, os principais fatores determinantes para o procedimento são:

  • Quando o paciente tem uma inflamação por cima do dente;
  • Quando o terceiro molar nasceu parcialmente e está voltado ao dente da frente;
  • Quando o paciente tem dificuldade de alcançar o siso para escová-lo;
  • Quando o dente está incluso ou impactado pelo osso.
CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO

Tanto para aqueles que fazem tratamento ortodôntico, quanto para os que não fazem os cuidados são redobrados após a cirurgia. Recomenda-se uma boa higienização do local a fim de evitar infecções, além de se alimentar com comidas mais mornas e pastosas. Uma dica que os pacientes adoram é que sorvete auxilia na recuperação, já que alimentos gelados aliviam o incômodo na região.

Agende sua avaliação.